Berçário

...

A leitura de berço é um programa desenvolvido nos Estados Unidos pela equipa de David K. Dickinson, Julie A. Griffith entre outros autores. Constitui num conjunto de procedimentos para a promoção progressiva da leitura desde o berço. As crianças são estimuladas a gostarem de livros, a saber manuseá-los, a fazer de conta que leem e, por fim, a lerem de forma dinâmica. Considerado um excelente preditor de sucesso escolar.

Neuroeducação: Atenção e Educação

...

Juddy Willis foi uma das primeiras neurocientistas a descrever a plasticidade cerebral. A partir do seu trabalho, o campo das neurociências desenvolveu-se quanto à educação. Como se processa mentalmente a aprendizagem, por que umas crianças aprendem e outras não aprendem, o que resulta melhor, quais são os inputs e outputs, quais são as áreas cerebrais responsáveis por cada função e como se relacionam? Todas as respostas constituem a nova forma de pensar a aprendizagem: a neuroeducação.

Projeto de Estimulação Precoce

...

Um conjunto de atividades, recursos e estratégias desde o berço permitem estimular as crianças para o ajustado desenvolvimento. Todo o trabalho é feito de forma preventiva, uma vez que os diagnósticos são apresentados apenas depois dos 3 anos. Assim é possível evitar uma série de problemáticas, por um lado e quando algum problema mais grave existir será o mais possível minimizado.

Introdução ao bilingue e Braille

...

As crianças não precisam saber plenamente a linguagem Braille e/ou bilingue , mas podem interiorizar progressivamente conhecimentos que favorecem de maneira geral a aprendizagem. O Braille pode ser usado para a estimulação tátil e especial e, assim como a Lingua Gestual, pode ser usada para o desenvolvimento de competencias linguiticas gerais, principalmente fónicas.

Programa de alfabetização em até 5 idiomas

...

Na década de 50, o neupsicólogo americano Glenn Doman provou ser possivel a aprendizagem progressiva que levava crianças a incorporação de até 5 idiomas. Trata-se de um processo simples, dinâmico, divertido que prova que as crianças são verdadeiros genios linguisticos, uma vez que são capazes de aprender mais facilmente novas línguas. Porém, este processo é inversamente proporcional ao tempo, ou seja, quanto mais cedo começar, melhores serão os resultados.